Cozinha Paraense – Saiba todos os detalhes dos pratos típicos mais pedidos

A culinária paraense

A culinária paraense é conhecida por sua riqueza de diversidade, sabor, ricos e únicos que levam a qualquer um a se apaixonar cada vez mais por seus pratos incríveis. É considerada até então uma das culinárias mais ‘brasileiras’ e imperdíveis do País.

A gastronomia paraense tem a cultura indígena como maior influência, mas também possui alguns traços da gastronomia africana e português. Na culinária paraense você verá que, em sua maioria, os pratos típicos acompanham uma boa farinha ou até mesmo pimenta. O que não pode faltar é a tradição de um bom sabor.

Até mesmo para quem não conhece, corra o mais breve possível para experimentar ao menos um prato típico da região que será apresentado logo abaixo.

Conheça comidas típicas desta culinária espetacular

Desde pratos que acompanham frutas quanto licores, veja abaixo a variedade e aproveite para desfrutar de uma aventura na cozinha para preparar ao menos um deles. As comidas típicas desta região são:

  • Pato no tucupi;

É um dos pratos típicos mais conhecidos do Pará. O tucupi é um caldo amarelo extraído da mandioca e de sabor fortemente azedo! Quando extraído, é venenoso e não pode ser consumido de imediato: é necessário que ele passe por um longo cozimento que pode levar até uma semana. O tucupi pode ser encontrado em outras carnes ou peixes, mas o pato é, sem dúvidas, a principal escolha. Ele é normalmente servido com arroz, folhas de jambu refogadas e farinha de mandioca.

  • Tacacá;

A origem deste prato é indígena, entretanto, é muito conhecido por todo território brasileiro. Como ele é feito? A base é feita de tucupi, goma de tapioca, camarão e folhas de jambu refogadas. É um caldo quente que é servido com bastante pimenta.

Um detalhe importante deste prato típico é que em Belém é possível encontrar as “tacacazeiras” em cada esquina – elas são cozinheiras que fazem o tacacá e são consideradas Patrimônio Cultural Imaterial de Belém! Vendendo o prato que carrega toda uma cultura e história de gerações para as mesas dos paraenses.

  • Caruru;

Parecido com um pirão feito com quiabo, o Caruru é feito de camarões secos e inteiros, tempero verde (como alfavaca e chicória), farinha de mandioca fina e azeite de dendê. É servido normalmente com arroz e molho de pimenta. Você pode encontrar este prato também na culinária baiana e está ligado às práticas religiosas do candomblé.

  • Maniçoba;

Conhecida como uma “feijoada paraense” por levar quase os mesmos ingredientes que a feijoada. Entretanto, o principal ingrediente especial é a maniva, uma planta da mandioca. Por ser uma planta que possui ácido cianídrico (componente venenoso), a folha precisa passar por um cozimento de dias até perder todo o veneno. Após este processo, é adicionado carnes, como linguiças, orelhas, pé de perco, costela ou toucinho. É servido com arroz, farinha d’água e molho de pimenta-de-cheiro.

  • Bolo de macaxeira;

O bolo queridinho de todo brasileiro e paraense por seu sucesso. Para ser consumida como bolo, é necessário ralar a macaxeira crua e bater a massa com ovos, açúcar, coco ralado, erva doce e leite condensado(opcional) no liquidificador. É comum ser servido com café, de manhã ou à tarde. O bolo é finalizado com coco ralado. Se você é amante de coco, então essa receita é ideal para você.

  • Torta de Cupuaçu;

Queridinho por muitos brasileiros, o cupuaçu está presente em todo território nacional, como suco, vitamina, sorvete e até mesmo drinks com cupuaçu. No Pará, é possível encontrar a fruta na forma de uma magnífica torta para uma sobremesa. A massa desta torta é feita com biscoito de maisena e o recheio é feito com o próprio cupuaçu, em forma de geleia. Ao final, cobre-se com suspiro e pode adicionar castanha-do-Pará para decorar ou colocar junto da própria massa. O que vai depender do seu gosto!

E, para finalizar, veja a última comida típica que será citada:

  • Açaí.

Amado e conhecido por todo território nacional, o açaí é consumido de outra forma no Norte. No Pará e em todos os estados da região amazônica, o açaí é um acompanhamento na hora da refeição. Ele pode ser consumido com farinhas, grãos e peixes!

A principal diferença do açaí paraense para o açaí que é consumido nas outras regiões é o doce e a temperatura: no Norte, por exemplo, ele é consumido naturalmente, ou seja, sem adição de frutas, xarope de guaraná para adoça-lo. Também não é refrigerado, portanto ele é consumido sempre em temperatura ambiente. Desta forma, preserva-se o gosto forte e característico da fruta, como também fica uma cor mais encorpada e uma textura mais cremosa. O que todo paraense adora.

Conheça os pratos mais pedidos

Os pratos mais pedidos dessa culinária, são: pato no tucupi, maniçoba e tacacá são a tríade da tradicional e incrível culinária paraense. Estes pratos possuem um diferencial único entre si que não só os habitantes os têm como seus pratos favoritos, mas brasileiros do mundo inteiro querem experimentar ao menos um destes pratos.

Se você possui alguma intolerância à pimenta ou à alguma farinha, então esteja atento a todos os ingredientes, pois cada prato compõe algum componente forte que pode dar alguma reação ao corpo se for a sua primeira vez experimentando uma comida com um mix de sabores fortes. Afinal, aproveitar bem a refeição é a melhor parte do dia.

Toda atenção que puder depositar quanto ao preparo e os ingredientes para melhor experiência, evitará diversas surpresas desagradáveis.

Facilidade em fazer os pratos típicos em sua própria cozinha

Não é uma tarefa fácil conseguir trazer o sabor do Pará para sua casa, mas não é impossível. Confira as receitas na internet e tutoriais que possam lhe auxiliar a fazer um bom tacacá sem dificuldades em sua cozinha. Atente-se aos mínimos detalhes, como as panelas necessárias, tempo de cozimento exato (principalmente no caso de você conseguir uma folha e a mesma seja venenosa) para evitar fatalidades.

Desta forma, basta ter coragem e disposição para aventurar-se em casa.

Já você que quer ser aventurar ainda mais na culinária paraense e ama cozinhar, pode escolher algumas opções e abrir seu próprio negócio de restaurante ou food truck. Veja no link abaixo como iniciar seu food truck e aventurar-se na cozinha paraense.

Dicas para abrir um Food Truck

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *